De onde vem o pesadelo?

– “Tive um pesadelo horrível ontem, acordei morrendo de medo”.

Essa pode ter sido sua fala em algum momento de sua vida. Todos nós, crianças, velhos, jovens, já tivemos um sonho ruim que não foi esquecido na manhã seguinte. Mas, de onde vem o pesadelo?

O ato de sonhar ocorre devido a diversas informações que ficam armazenadas em nosso subconsciente. Durante a fase REM do sono, esses dados ‘afloram’ e tomam proporções em nossa mente. Tendo como base isso, poderíamos afirmar que o pesadelo vem de situações ruins do dia a dia ou impressões negativas que tivemos? Ou então, que eles poderiam ser fruto de um filme de terror visto antes de ir pra cama? A resposta é: talvez. De fato, coisas do cotidiano podem causar um efeito quase que imperceptível no momento em que acontecem, porém na nossa mente, a sensação gerada pode sim resultar em terríveis sonhos.

woman-having-bad-dream2

Mas há outros fatores que podem contribuir para uma noite turbulenta. Estudiosos afirma que uma área do cérebro chamada amigdala tem um papel importante no sono. É lá que a ansiedade e as reações a situações perigosas são reguladas. Como a amígdala trabalha muito durante o período que sonhamos, é provável que tais sensações passem para o subconsciente, gerando pesadelos.

Há também as ideias de que os pesadelos existem para nos deixar mais fortes! Sim, para alguns cientistas, os pesadelos são fundamentais para a vida humana, uma vez que simulam situações que poderíamos passar, preparando o corpo e a mente para isso. Outros, afirmam que os sonhos ruins tem relação com a personalidade do indivíduo. Pessoas extremamente organizadas, por exemplo, tendem a ter pesadelos relacionados à desorganização, falta de responsabilidade, entre outros. Àqueles que vivem de um modo mais ‘relax’, por outro lado, podem sonhar com situações surreais, sobrenaturais. Há quem diga que quem tem pesadelos absurdos rotineiramente torna-se uma pessoa mais criativa.

Seja qual for o motivo, é importante salientar que um pesadelo não deixa sequelas físicas. A sensação de realidade, que produz suor, coração acelerado e até possíveis ferimentos é chamada de Terror Noturno, acontecendo geralmente em crianças. Esse distúrbio deve ser acompanhado de perto a fim de evitar possíveis transtornos futuros.

 

Acesse nosso site: www.copelcolchoes.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.