Refluxo; o que é e como prevenir

O Programa Bem Estar, desta terça-feira (10), da Rede Globo, levou ao ar um assunto muito pertinente ao bem-estar do sono: o refluxo. Estima-se que 35 milhões de brasileiros sofram deste mal, cujo uma queimação, junto com o suco gástrico, causa o retorno do alimento pelo esôfago. O distúrbio é provocado por uma falha em uma válvula que separa o esôfago do estômago e muitas vezes pode ser confundido com gastrite ou azia. Além de queimação no tórax e incômodo, o problema pode causar tosse, rouquidão, ronco e até sangue pela boca, podendo piorar o quadro de pessoas hipertensas.

De acordo com os médicos convidados do programa, a pediatra Ana Escobar, e o clínico geral Arnaldo Lichtenstein, do hospital das Clínicas, alguns alimentos podem desencadear a reação. São eles: frutas ácidas, como abacaxi e limão, molho de tomate, café, leite chocolate e outros produtos gordurosos. Em bebês, o problema é mais delicado, já que eles se engasgam mais facilmente e pode ocorrer o sufocamento. Por isto, é importante o uso de uma almofada antirrefluxo, capaz de deixar a criança um pouco inclinada ao deitar, evitando o retorno dos alimentos, além disso, é necessário se certificar de que a criança já arrotou e não está com o estômago muito cheio.

Se o problema for muito frequente, pode levar à desnutrição, pois a criança deixa de ganhar peso em decorrência do excesso de vômitos, além de problemas respiratórios como pneumonia (o leite pode ir para o pulmão) e esofagite (inflamação do esôfago pela volta do suco gástrico). Se o problema persistir por mais de 20 dias, pode haver lesões.

A Copel Colchões conhece os problemas capazes de prejudicar uma boa noite de sono, e posssui uma linha de produtos para proporcionar o alívio destes incômodos. Assim como a almofada Antirrefluxo, em duas versões, adulta e infantil.

Acesse nosso site: www.copelcolchoes.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.